Homem em consulta com o médico | As DSTs mais comuns nos homens
Avalie este post

A lista de doenças sexualmente transmissíveis é longa, por isso é importante cuidar da saúde, usar preservativo e manter os exames em dia. As doenças sexualmente transmissíveis não são propagadas apenas por sexo: outros tipos de contato como beijo e toque no local também podem contribuir para a contaminação. Alguns tipos de DST têm cura, e o tratamento correto pode amenizar seus sintomas para o paciente infectado e seu parceiro ou parceira.

O que são DSTs?

As doenças sexualmente transmissíveis são doenças infecciosas causadas por vírus e bactérias. São transmitidas principalmente por contato sexual sem o uso de preservativo com uma pessoa que esteja infectada, e geralmente se manifestam por meio de feridas, corrimentos ou verrugas.

Algumas DSTs podem não apresentar sintomas tanto no homem quanto na mulher. Por isso, caso haja relação sexual sem preservativo, o indicado é procurar o serviço de saúde para avaliação junto a um profissional. As doenças sexualmente transmissíveis, quando não diagnosticadas e tratadas a tempo, podem evoluir para quadros graves como infertilidade e câncer, e muitas podem ser fatais.

Quais as consequências das DSTs?

Se não forem tratadas, as DSTs podem causar sérias complicações, como:

  • Esterilidade no homem e na mulher.
  • Inflamação nos órgãos genitais do homem, que pode levar à impotência.
  • Aumento da probabilidade de ter câncer no pênis.

Como se prevenir contra DSTs

A prevenção se dá com o uso de preservativos em todas as relações sexuais. O contágio também pode ocorrer pela transfusão de sangue contaminado ou pelo compartilhamento de seringas e agulhas. A Aids e a sífilis podem ainda ser transmitidas da mãe infectada e sem tratamento para o feto durante a gravidez.

Para identificar estes tipos de doenças e prevenir complicações, os homens com vida sexual ativa devem ir pelo menos uma vez por ano a uma consulta com o urologista para avaliação do aparelho reprodutor, para que, caso sejam detectadas, as doenças sejam tratadas rapidamente.

DSTs mais comuns nos homens

Algumas DSTs causam sintomas como coceira e secreção no pênis, aparecimento de verrugas ou feridas na região íntima e ardor ao urinar. Saiba quais são as DSTs mais comuns nos homens.

Candidíase

A candidíase é uma doença comum que causa coceira, vermelhidão e dor no pênis, especialmente durante o contato íntimo. Também é possível se contaminar através do sexo oral desprotegido. Nesse caso, os sintomas são: dor de garganta, mau hálito ou placas esbranquiçadas nas bochechas, gengivas e garganta.

O tratamento é feito com o uso de remédios antifúngicos receitados pelo urologista, como fluconazol ou clotrimazol.

HPV

O HPV é causado pelo Papilomavírus humano (HPV), e no homem os principais sintomas são: surgimento de verrugas no pênis, no escroto ou no ânus, assim como na boca e na garganta, caso haja contato dessas regiões com as secreções do(a) parceiro(a) infectado(a).

O tratamento é feito com a cauterização das verrugas e uso de medicamento local. Em alguns casos, o vírus pode ser eliminado naturalmente pelo organismo.

Cancro mole

Essa doença é mais comum nos homens do que nas mulheres. É responsável pelo surgimento de feridas na região genital, podendo causar febre, dor de cabeça e fraqueza.

Também são usados vacinas e medicamentos no tratamento.

Herpes genital

É uma DST bastante comum, que costuma causar sintomas como coceira, dor ao urinar, febre e surgimento de pequenas feridas semelhantes a aftas na região genital.

O tratamento da herpes genital é feito com a ingestão de remédios antivirais ou aplicação de pomadas.

Gonorreia

Os sintomas da doença incluem dor ao urinar, febre e corrimento amarelado e com pus no pênis, e surgem cerca de 1 a 3 dias após a relação sexual desprotegida. Em geral, o tratamento é feito com o uso de antibióticos para eliminar a bactéria que provoca a infecção.

Clamídia

Em muitos casos a clamídia é assintomática, porém alguns pacientes relatam ardor ao urinar, corrimento no pênis, inchaço nos testículos e pequenos caroços na virilha. Quando não tratada adequadamente, a doença pode causar até mesmo infertilidade.

O urologista indicará o uso de antibióticos, além de recomendar que o paciente evite ter relações sexuais no período de tratamento.

Sífilis

A sífilis é uma doença bacteriana que causa feridas na região íntima, caroços na virilha, dor de cabeça, mal estar e febre.

Nas fases iniciais, a doença pode ser tratada com apenas uma injeção de penicilina. Porém, em estágios mais avançados, podem ser necessárias outras doses.

Hepatite

A hepatite C é causada pelo vírus C (HCV). Já a hepatite B é considerada uma doença sexualmente transmissível (DST), pois pode ser transmitida de pessoa a pessoa por meio do contato com sêmen, saliva e secreções vaginais durante relação sexual desprotegida. Isso acontece porque o vírus atinge concentrações muito altas em secreções sexuais.

O tratamento deve ser feito junto ao médico, que recomendará o uso de remédios para combater a ação do vírus.

HIV/Aids

O HIV pode ser transmitido pelo sangue, esperma e secreção vaginal. O portador do HIV, mesmo sem apresentar os sintomas da Aids, pode transmitir o vírus. Os primeiros sintomas são fraqueza, febre, emagrecimento, diarreia prolongada, sensação constante de cansaço, emagrecimento rápido, dores de cabeça, entre outros.

A Aids não tem cura. No entanto, ela pode ser controlada com o uso de remédios antivirais para evitar o desenvolvimento da doença e o surgimento de outras complicações, a fim de melhorar a qualidade de vida do paciente.

Com todas essas informações, reforça-se a necessidade de prezar sempre pelo sexo seguro, fazer todos os exames necessários e cuidar de perto da sua saúde. Vale lembrar que os homens devem estar sempre atentos e, a qualquer sinal suspeito, devem procurar um urologista o mais breve possível.

Na Vivace, clínica de urologia no Rio de Janeiro , você se consulta com um urologista especialista em casos de suspeita de DST, além de ter acesso a tratamentos e cuidados para a saúde do homem. Marque uma avaliação.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados