Group of happy friends drinking jumping in pool sunset party outdoor - Young diverse culture people having fun in tropical vacation - Holiday, youth and friendship concept - Main focus on left man
Avalie este post

Não tem como falar de verão sem imaginar as praias brasileiras. Dez em cada 9 brasileiros escolhem o litoral como principal destino para aproveitar os dias mais quentes do ano. A preferência cresce ainda mais se combinarmos o fator férias, já que o período entre dezembro e janeiro é o momento em que muitos estão de folga por conta das festas de fim de ano.

Para ter o merecido descanso sem surpresa, é importante manter-se atento a alguns cuidados básicos. Manter a pele sempre protegida é um exemplo. Mas vale dizer que não é só a pele que deve ser foco da preocupação dos banhistas no verão.

Durante a estação mais quente do ano, estamos sujeitos a vários problemas de saúde recorrentes na estação, entre eles está a infecção urinária. Tanto na praia como na piscina, é normal que a pessoa fique um bom tempo com a roupa de banho e, às vezes, isso acontece mesmo com a roupa de banho úmida, que fica o dia todo em contato com o corpo, já que, entre um mergulho e outro, a peça não tem tempo de secar.

Esse contato prolongado da roupa de banho com as partes íntimas pode ser a chave para desencadear uma infecção urinária. Alguns fabricantes se empenharam em desenvolver tecidos capazes de arejar a pele, favorecendo a circulação, porém, mesmo assim, há o abafamento da região genital. Com isso, o biquíni ou a sunga se transforma no ambiente ideal para a proliferação de micro-organismos prejudiciais à via urinária, que podem provocar o problema de saúde.

Como se prevenir contra a infecção urinária no verão?

Não passe muito tempo com roupa de banho molhada

O ideal neste caso é sempre ter uma peça de roupa reserva. Após um período de uso, faça a troca e lave a roupa de banho que estava usando. E só repita o biquíni, por exemplo, quando ele estiver seco. Caso isso não seja possível, tente revezar com o uso de outras peças.

Outra dica é a seguinte: saiu do mar e quer tomar um banho de sol, utilize uma calcinha seca enquanto fica na areia, por exemplo.

Beba líquidos

O tempo quente geralmente faz com que o consumo de líquidos seja maior, porém a quantidade ingerida nem sempre é suficiente para suprir toda a necessidade do corpo. Entenda que durante o inverno, por exemplo, não há excesso de transpiração e é possível manter a ingestão de três litros de água por dia. No verão, no entanto, mesmo que você mantenha a mesma quantidade, o corpo necessitará de mais, afinal ele precisa de mais líquido para se manter resfriado e hidratado.

Hidratação

A desidratação também é um dos causadores da infecção urinária. Por isso, além de manter sempre uma garrafinha por perto, é importante consumir alimentos que auxiliam no processo de reidratação. A melancia é um exemplo.

Especialistas recomendam um cálculo simples para descobrir o consumo ideal de líquido. Basta multiplicar o peso por 30. O resultado será a quantidade necessária de líquido por dia, em mililitros.

Não prenda o xixi

Ir frequentemente ao banheiro também é fundamental para não estragar o verão. Não são todas as praias que contam com banheiros públicos e, por conta disso, você acaba segurando a urina por muito tempo, o que pode trazer problemas e infecções.

É importante ressaltar que a infecção urinária, quando não tratada, pode gerar graves problemas de saúde e afetar até o funcionamento dos rins. Caso a infecção não seja combatida, as bactérias podem subir o canal e comprometer o funcionamento do órgão.

A infecção urinária apresenta sinais, basta estar atento ao corpo. Além do desconforto, é possível notar o inchaço na região abdominal. A bexiga dará sempre o alerta de que está cheia. E, por maior que seja a vontade de urinar, a quantidade de líquido expelida pelo corpo será mínima, quase que um gotejamento. Estes são alguns sintomas que podem ter relação com a infecção urinária.

E atenção! Mesmo que você tenha todos os cuidados com a saúde durante o verão, imprevistos acontecem. Por isso, ao notar algo diferente em seu corpo, não tenha dúvidas: procure um médico imediatamente!

A Vivace Saúde do Homem, clínica de urologia no Rio de Janeiro, conta com um quadro de médicos preparados e qualificados, inclusive uro-oncologista, para atender e esclarecer quaisquer dúvidas sobre o assunto. Agende sua consulta!

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados

× Whatsapp