O que Hiperplasia Prostática Benigna (HPB)?
Avalie este post

Todo mundo sabe que homens acima de 50 anos devem cuidar duplamente da saúde, pois o amadurecimento reserva, além de muito conhecimento, algumas complicações. Uma delas é a Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), condição muito comum aos indivíduos nessa faixa etária. O distúrbio acontece com o crescimento vagaroso da próstata ao longo dos anos.

Em alguns casos especiais, a uretra é pressionada pela glândula, dificultando a passagem da urina, fazendo com que o jato fique mais fraco. A consequência disso é que o paciente não consegue esvaziar a bexiga. Contudo, quaisquer sintomas urinários podem estar relacionados a outros problemas, mesmo assim, é essencial procurar um especialista.

Vale lembrar que a HPB não é um tipo de câncer, bem como não aumenta as possibilidades de desenvolvimento do câncer.

Sintomas da Hiperplastia Prostática Benigna

Os sintomas da Hiperplastia Prostática variam muito. Seguem os principais:

  • vontade exagerada de urinar;
  • jato muito fraco ou reduzido;
  • sensação de que a bexiga ainda está cheia mesmo após o ato de urinar;
  • incontinência urinária;
  • dificuldade em iniciar, manter e interromper a urina;
  • dor ao urinar, ao ejacular e/ou nos testículos.

Diagnóstico

Todo homem, quando chega nos 40 anos de idade, deve procurar um médico urologista para verificar se tudo está bem. A HPB é identificada através de um exame físico, do exame de toque retal e é confirmada através de um exame de sangue. Este último ajudará a medir o nível do Antígeno Prostático Específico (PSA), que aumenta nos pacientes que têm a Hiperplastia Prostática. Entretanto, nem sempre um nível elevado de PSA quer dizer que o indivíduo tem a doença. É importante investigar caso a caso.

Como tratar a HPB

Existem diversas formas de tratamento para a HPB, que variam de acordo com a intensidade dos sintomas e como eles afetam o cotidiano do paciente. Por exemplo, em casos de sintomas mais brandos, apenas o acompanhamento com o profissional já pode ser suficiente. Quando eles se tornam cada vez mais agudos, é essencial que o médico tome algumas providências. Vamos aos principais tratamentos da Hiperplastia Prostática.

Observação

Quando os sintomas da HPB são leves, o médico pode recomendar apenas uma observação, aconselhando ao paciente que fique atento aos sintomas diários.

Medicamentos

Existem alguns medicamentos que podem ser receitados pelo urologista para controlar a doença, incluindo alfa-bloqueadores, que tornam os músculos que revestem o colo da bexiga mais relaxados, facilitando o ato de urinar. Também pode ser prescrito um inibidor de alfa-redutase, que ajuda a diminuir o tamanho da próstata.

Ressecção Transuretral de Próstata

A Ressecção Transuretral de Próstata é um procedimento cirúrgico que retira o tecido do órgão aumentado.

É possível prevenir a Hiperplastia Prostática Benigna?

Intimamente relacionada à idade do homem, a HPB também pode ter alguns outros fatores de desenvolvimento, segundo estudos recentes, como a alimentação. Pesquisas mostram que o alto consumo de gorduras saturadas e zinco aumentam as chances de obter a doença, além de níveis elevados de PSA, doença cardiovascular prévia, diabetes e obesidade. Ou seja, pode ser que seja possível prevenir a HPB mantendo uma alimentação mais regrada.

A principal dica que damos é: procure seu médico regularmente. Na Vivace Saúde do Homem, clínica de urologia no Rio de Janeiro, oferecemos diversas especialidades e tratamentos, incluindo acompanhamento da Hiperplastia Prostática Benigna. Marque agora sua consulta!

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados