Avalie este post

Infográfico doenças sexualmente trasmissíveis | Vivace

 

Em 5 anos, a Secretaria de Saúde de Brasília registrou 29 mil novos casos de alguma DST, principalmente em jovens de 20 a 29 anos. Segundo dados do Ministério da Saúde, 56,6% dos brasileiros entre 15 e 24 anos usam camisinha com parceiros eventuais. As doenças sexualmente transmissíveis afetam milhoes de pessoas, algumas são silenciosas e outras não e podem afetar gravemente a saúde. As principais doenças sexualmente transmissíveis são:

HIV

– Cerca de 827 mil pessoas vivem com HIV no país.

– Aproximadamente 112 mil brasileiros têm o vírus e não sabem.

– O tratamento contínuo do HIV pode controlar a doença e prevenir a transmissão em até 96%.

 

SÍFILIS

– Cerca de 4.290 novas infecções de sífilis entre 2010 e 2015.

– A sífilis congênita, passada de mãe para filho, teve aumento de quase 200% nos últimos 3 anos.

– Sífilis aumenta o risco de infecção por HIV

 

HPV

-Existem mais de 100 tipos de HPV humano.

-Mais de 40 tipos infectam útero, vagina, vulva, reto, uretra, pênis e ânus.

-54,6% da população jovem brasileira está infectada com HPV.

 

Hepatite B e C

– 325 milhões de pessoas no mundo vivem com o vírus da hepatite B e C.

– Em todo o mundo, são mais de 1 milhão de mortes por ano

– O Brasil vai tratar 657 mil pessoas com Hepatite C em 2018

 

A principal forma de prevenir doenças sexualmente transmissíveis é atraves do uso de preservativo e, além do uso, é importante a vacinação e exame para detecção precoce e tratamento. Lembrando que algumas doenças possuem tratamento e cura, outras não. Previna-se!

 

Na Vivace Saúde do Homem, clínica de urologia no Rio de Janeiro, temos especialistas que estão prontos e capacitados a atendê-lo com dedicação e profissionalismo.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados