O que é dermatite de contato?
Avalie este post

As mãos são tão especiais como o rosto e também podem ser consideradas um dos cartões de visita do indivíduo, portanto, merecem atenção e cuidados especiais. Entre eles, está o uso de cremes específicos que as rejuvenescem, além de evitar o contato com produtos que causam qualquer tipo de irritação.

Como utilizamos as mãos como principal instrumento do nosso corpo, é comum elas entrarem em contato com diversas superfícies diferentes, que acabam nos expondo a bactérias indesejáveis. Por isso, a dermatite de contato é muito comum e se caracteriza pela vermelhidão, coceira insistente e descamação nas mãos, podendo haver fissuras (rachaduras) nas mãos, o que causa dor.

Mecanismos que causam a dermatite de contato das mãos

Esse quadro se desenvolve por dois mecanismos principiais: o primeiro é decorrente de irritação; o segundo é o alérgico. A dermatite das mãos por irritação não envolve o nosso sistema imune, pelo contrário, ocorre apenas o dano direto do produto sobre as mãos. Quanto mais tempo exposto, pior é o quadro, assim como o tipo de substância envolvida. As principais são solventes químicos, como detergentes de cozinha e água sanitária, mas também temos a borracha presente nas luvas plásticas e ainda o níquel das bijuterias.

A dermatite de contato das mãos por reação alérgica é menos comum do que a por irritação e envolve o sistema imunológico numa reação antígeno-anticorpo. Nesse caso, ao entrar em contato com determinada substância, o indivíduo cria anticorpos contra ela e, mesmo que fique em contato por poucos minutos, desenvolve o quadro.

Em alguns casos, pode demorar antes até que o processo evolua, ou seja, você pode ficar anos entrando em contato com o produto até desencadear a reação alérgica. Existem em torno de 300 substâncias descritas capazes de causar dermatite de contato na nossa pele. Entre elas, cerca de 20 são as mais comuns. No caso das mãos, as principais são o látex, que está presente em luvas plásticas; o níquel, material comumente encontrado em metais e bijuterias; e o formoaldeído, muito comum em cremes hidratantes, adesivos e esparadrapos.

Como tratar?

O primeiro passo para tratar a doença é se afastar do contato com a substância desencadeadora, no caso da dermatite por irritação. Já quando a dermatite é alérgica, o uso de luvas pode bloquear a reação, só é preciso ficar atento pois a luva também pode ser responsável.

Em sua fase aguda, a dermatite requer um tratamento mais específico, com o uso de pomadas de corticoide e de cremes hidratantes específicos. Também é fundamental cultivar o hábito de passar o filtro solar com frequência nas mãos, pois elas também ficam bem expostas.

Tratamentos dermatológicos

Quando o paciente preferir ou quando lhe for indicado, é recomendável o uso de um ácido chamado tricloracético, que cauteriza a lesão e melhora o aspecto das mãos. Outra alternativa são as sessões de luz pulsada, feitas com um aparelho que emite um flash de luz captado pela melanina nas sardas, clareando-as e rejuvenescendo as mãos.

Vale lembrar que, assim como o rosto, as mãos tendem a perder gordura e ficam com um aspecto cadavérico. Podemos resolver com algumas técnicas de preenchimento das mãos. Existe no mercado dois produtos usados para este procedimento: o ácido hialurônico, composto de um açúcar, presente no corpo humano, e que é capaz de preencher rugas e dar volume às áreas do corpo; também temos a hidroxiapatita de cálcio, uma molécula também presente no corpo humano e que pode ser injetada para dar volume às estruturas da face e das mãos, deixando excelentes resultados.

Todos os procedimentos são feitos em consultório, sem anestesia. A recuperação também é tranquila, pois exige-se ao paciente apenas que ele evite praticar qualquer exercício físico no dia da aplicação. Além disso, é fundamental hidratar as mãos regularmente, de preferência com cremes com formulação própria para elas.

Nos casos de desidratação mais intensa, recomendamos o tratamento com os skinboosters, que consistem em pequenas injeções de ácido hialurônico ou de substâncias como o manitol, capazes de atrair a água para dentro de derme, recuperando o viço.

Quando perceber que algo não vai bem com as suas mãos, procure já um especialista. Na Vivace Saúde do Homem, temos o serviço de dermatologista no Rio de Janeiro que poderá lhe ajudar. Marque sua consulta!

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados