Pulso com micose | O que é micose e quais tipos existem?
O que é micose e quais tipos existem?
5 (100%) 1 vote

A micose é uma infecção que atinge a pele, as unhas e até os cabelos, geralmente causada por fungos. Já é sabido que alguns fungos vivem em nosso corpo naturalmente e não causam nenhum mal. Contudo, se eles se reproduzirem de forma rápida, podem acarretar em algumas doenças, dentre elas a micose.

Esses fungos costumam alimentar-se da queratina que a pele, as unhas e os cabelos humanos produzem, e se proliferam quando há uma condição favorável para tal, como umidade, calor, imunidade baixa e uso de antibióticos por um prazo razoavelmente longo.

Tipos de micose

Existem três tipos de micose mais comuns, com os quais você com certeza já se deparou. Vejamos quais são eles.

Pitiríase Versicolor (pano branco)

A pitiríase versicolor, também conhecida como “pano branco”, é uma micose que se manifesta através de manchas pequenas e de coloração esbranquiçada (varia entre tons de rosa e castanho) e que costumam escamar. Elas podem aparecer em pequenas aglomerações ou individualmente em algumas partes do corpo, como rosto, pescoço, braços e tronco. O pano branco coça muito raramente.

Este tipo de micose atinge com mais frequência os adolescentes e adultos mais jovens, sendo muito comum em pessoas com pele oleosa. O tratamento inclui medicamentos tópicos e orais. No entanto, o pano branco pode retornar depois de um tempo.

Tinhas

Aquelas micoses que apresentam manchas vermelhas e possuem a superfície bem escamosas, bordas extremamente nítidas e coçam bastante chamam-se tinhas. Elas aparecem em qualquer parte do corpo, mas seu local preferido são os pés, por isso ela é popularmente conhecida pelo apelido de “pé de atleta”.

Nas crianças elas também costumam atingir o couro cabeludo, formando placas com crostas que causam coceira intensa.

Onicomicose

A onicomicose é um tipo de micose exclusiva das unhas. Ela deixa a unha (tanto do pé quanto da mão) muito mais grossa do que o normal, e há ainda a possibilidade de causar mudanças em sua forma e cor.

Os primeiros sinais da onicomicose incluem manchas de cores claras. Conforme evolui, a unha fica cada vez mais espessa e frágil, além de dolorida.

Causas da micose

É muito importante ressaltar que as micoses são contagiosas, ou seja, podem ser transmitidas de pessoa para pessoa. Porém, o simples contato com alguém que esteja com o problema não significa que você o tenha, já que o sistema imunológico, quando está saudável, consegue impedir a propagação dos fungos sem demonstrar nenhum sinal. As bactérias naturais do corpo também são capazes de evitar a reprodução dos fungos, pois elas os privam de nutrientes e do espaço necessário.

Entretanto, nem sempre tudo é tão bom como gostaríamos, já que os mecanismos de defesa do organismo não são completamente infalíveis. Pacientes imunossuprimidos não conseguem combater as infecções e a proliferação dos fungos de maneira adequada. Para completar, o uso de antibióticos pode destruir as bactérias úteis, e isso faz com que os fungos colonizem a mucosa e a pele.

Também é importante que os pacientes fiquem atentos a alguns fatores de risco. São eles:

  • permanecer muito tempo em ambiente quente e úmido;
  • suar excessivamente;
  • andar descalço, sobretudo em lugares úmidos;
  • infecções ou lesões nas unhas;
  • má circulação sanguínea.

Dito isso, é importante dizer que evitar a umidade, não compartilhar roupas, toalhas e utensílios de unha, enxugar-se bem e não permanecer com roupas molhadas são maneiras de prevenir a micose.

Procure seu dermatologista

O tratamento da micose costuma ser simples, mas deve ser feito por um profissional especializado, como o dermatologista. A Vivace Saúde do Homem, clínica de urologia no Rio de Janeiro, oferece essa e outras especialidades.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados