Mãos masculinas partindo cigarro | O tabagismo e suas consequências para a saúde masculina
Avalie este post

Em 2017, estimou-se que cerca de duzentas mil mortes seriam causadas pelo tabaco naquele ano. E entre os fumantes, a maioria é do sexo masculino. Neste artigo, iremos falar sobre o tabagismo e suas consequências, principalmente para o sexo masculino.

Consequências do tabagismo para a saúde masculina

O ato de fumar pode trazer sérias consequências para a saúde do homem, sendo a mais conhecida a impotência sexual.

Impotência sexual

Se você é homem e fuma, saiba que a probabilidade de você ter impotência sexual chega a mais ou menos 85%. Mesmo não afetando a fertilidade masculina, a impotência sexual pode causar incômodos psicológicos e nos relacionamentos, isso porque ao problema está relacionado a incapacidade do homem de manter uma ereção durante o sexo. Apenas no Brasil, dados clínicos registram que cerca de seis milhões de homens sofrem com a impotência sexual.

Deformidades no órgão sexual masculino

O tamanho e a rigidez do pênis podem ser afetados. Há ainda uma grande redução do crescimento dos pelos do corpo, possíveis deformações no pênis e desenvolvimento de distúrbios no sistema nervoso.

Urologistas recomendam que sejam realizadas consultas de prevenção e exames para avaliar a existência de problemas relacionados à nicotina.

Entupimento das artérias

A nicotina torna mais difícil o transporte de oxigênio pelo sangue através das artérias. Como consequência disso, a pressão sanguínea acaba aumentando, fazendo com que a frequência cardíaca aumente e o coração precise trabalhar mais para manter o funcionamento do corpo.

É exatamente por isso que acaba acontecendo também a disfunção erétil, já que é necessário um grande fluxo de sangue no pênis para que haja uma ereção. Com o sistema sanguíneo prejudicado, esse fluxo não é atingido.

Entre os fatores do tabagismo e suas consequências está o afinamento dos vasos sanguíneos. Com isso, as paredes dos vasos sanguíneos ficam mais suscetíveis ao acúmulo de gordura, facilitando o desenvolvimento de patologias cardíacas. Inclusive, 25% das mortes devido à doença coronariana estão diretamente ligadas ao tabaco.

Casos mais graves podem levar a um quadro de derrame cerebral, quando os vasos do cérebro não funcionam corretamente e acabam morrendo.

Problemas respiratórios e digestivos

A nicotina percorre todo o sistema respiratório e digestivo do corpo humano. É exatamente por isso que ocorre a inflamação das vias aéreas e do estômago.

O primeiro sintoma é dor na garganta, além de tosse e dor de cabeça. Inclusive, a maior parte dos casos de câncer de pulmão está ligada ao uso prolongado da nicotina.

Outra patologia muito comum é a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, que é uma combinação de bronquite com enfisema pulmonar.

Como parar de fumar?

A melhor forma de prevenir as doenças citadas nesse artigo é parando de fumar. Mas, como o organismo já está acostumado e dependente da nicotina, é aconselhável que aconteça uma redução até parar completamente.

Por exemplo, se você tem costume de fumar 20 cigarros por dia, terá como meta fumar apenas 15 no segundo dia, e no terceiro apenas dez. Essa parada gradual pode ser mais fácil para que os sintomas de abstinência sejam menores.

Conheça a Vivace Saúde

A Vivace, clínica de urologia no Rio de Janeiro, possui profissionais de diferentes especialidades médicas para oferecer todo o suporte necessário para você cuidar da sua saúde e tratar possíveis males causados pela nicotina, além de atendimento psicológico para quem deseja parar de fumar. Agende uma consulta e venha nos conhecer.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados

Whatsapp