Tipos de laser utilizados em tratamentos estéticos
Avalie este post

Assim como a medicina tradicional, a estética tem passado por constantes evoluções no que tange aos recursos tecnológicos. Uma dessas novidades (que já não é tão novidade assim) é o uso do laser para tratar pequenas imperfeições, ou para aprimorar o resultado de tratamentos que já existiam.

Que o laser se tornou indispensável para a vida dos esteticistas e dermatologistas, todos sabemos, mas o que as pessoas não têm conhecimento é que ele foi desenvolvido na década de 60, e foi nomeado dessa forma como abreviatura de Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation (ou apenas Luz Amplificada pela Emissão Estimulada de Radiação). No início, a técnica foi usada apenas para tratar doenças de pele e para eliminar tumores menores. Porém, ao longo dos anos, notou-se que o laser podia ser usado em várias técnicas, para outros fins.

Atualmente, é possível usá-lo em cirurgia plásticas, tratamentos estéticos, remoção de tatuagens e pelos, suavizar rugas e promover o rejuvenescimento da pele. Mas o tipo de laser é que determina qual será sua finalidade. Portanto, vamos conhecer quais são os lasers usados em tratamentos estéticos.

Laser Rubi

O Laser de Rubi, por ser de fonte sólida e ter um alcance mediano, age exclusivamente nos pigmentos escuros. Por isso, ele é o mais indicado para a remoção de tatuagens, já que ele oferece resultados mais satisfatórios quando há muita melanina.

O modo de uso é muito simples: depois de aplicada a anestesia local, a luz é direcionada para as lesões, e as alterações se dão apenas onde há uma coloração mais escura.

Laser ND:YAG

Assim como o Rubi, o Laser ND:YAG tem uma fonte sólida e alcance médio. Ele é mais indicado para tratamentos durante o verão, já que não agride a camada superficial da pele.

Durante sua aplicação, o aparelho emite um flash gasoso que resfria a pele pouquíssimo antes da luz ser disparada. O raio consegue chegar até as células de colágeno, dando maior sustentação à pele e rejuvenescendo-a. O Laser ND:YAG também é muito usado para a remoção de microvarizes e para depilação de áreas sensíveis, como rosto, axilas e virilha.

Laser CO2 Fracionado

O Laser CO2 Fracionado é completamente diferente dos que já vimos até aqui. Além de seus raios serem bastante profundos, ele é de fonte gasosa, e é muito usado para tratar tanto rugas suaves quanto as mais profundas. Também é ótimo para reduzir a flacidez, eliminar os queloides e amenizar estrias e cicatrizes.

Durante a sua aplicação, o laser faz pequenos furinhos até a derme, como forma de estimular o colágeno. Segundo pesquisas, o colágeno pode alcançar até os 60°C, provocando a contração instantânea da pele. Esse procedimento é considerado um pouco mais agressivo, por isso o tempo de recuperação é muito maior.

Luz intensa pulsada

Com ação diferente dos demais lasers, os raios da luz pulsada são liberados de forma mais espalhada. Seus flashes são muito abrangentes e possuem um alcance mediano, por isso eles podem ser usados em diversos tratamentos estéticos.

Dentre os procedimentos que utilizam esse tipo de laser, os mais comuns são para amenizar as rugas e eliminar os vasos sanguíneos.

Procure seu dermatologista

Para saber mais sobre as propriedades do laser em tratamentos estéticos e qual a melhor opção para o seu caso, procure seu dermatologista. A Vivace Saúde do Homem, clínica de urologia no Rio de Janeiro, oferece essa e outras especialidades. Venha nos conhecer.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados