disturbios-erecao-saude-emocional
Avalie este post

A saúde emocional masculina tem uma clara relação com o desenvolvimento de distúrbios de ereção e com a insatisfação sexual. De fato, há anos a ciência e a medicina vêm estudando essa relação e já ficou claro que, em mais de 80% dos casos, fatores como estresse, ansiedade, depressão e outras condições emocionais são os gatilhos da dificuldade de ereção.

A ocorrência desse tipo de problema vem aumentando consideravelmente ano após ano. Estima-se que mais de 150 milhões de homens sofram com distúrbios de ereção no mundo e grande parte deles, mais de 50%, sequer sabem o motivo que desencadeou o problema.

O estilo da vida moderna, com o grande fluxo de informações que os homens recebem diariamente pelas redes sociais, a busca incansável pelo sucesso profissional e pessoal e a própria pressão da sociedade fazem com que os quadros de ansiedade se tornem comuns entre a população masculina. Este cenário é bastante recorrente para os pacientes que procuram um médico urologista em busca de tratamento para distúrbios de ereção.

É importante deixar claro que disfunções sexuais causadas por aspectos emocionais têm cura, mas, em muitos casos, o paciente vai precisar de acompanhamento multidisciplinar para enfrentar o problema, realizando o tratamento com o médico urologista e com o psicólogo.

O primeiro passo para encontrar a resolução do problema e voltar a ter uma vida sexual ativa e satisfatória é quebrar barreiras e derrubar os tabus que ainda fazem com que os homens demorem tanto a buscar ajuda. Ter consciência do problema e entender como as emoções podem estar afetando o seu desempenho sexual é fundamental para encontrar a melhor abordagem terapêutica para o caso.

A importância dos cuidados com a saúde emocional

A rotina que muitos homens vivem é tão atribulada e cheia de compromissos e obrigações que, em muitos casos, parece consumir toda a sua energia e vitalidade. Homens que vivem um cotidiano estressante, são sedentários, fumantes e mantêm uma alimentação inadequada têm mais chances de apresentarem distúrbios de ereção.

As doenças crônicas, como o diabetes; o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, a insônia e a ansiedade também são fatores que diminuem a libido e que aumentam as chances de disfunção erétil e de ejaculação precoce.

A dica é, portanto, cuidar da saúde física e emocional. Isso inclui, além da prática de exercícios físicos diários e da busca por uma boa alimentação, o abandono dos hábitos irregulares, que aumentam os níveis de ansiedade e de estresse.

Aproveitar melhor o tempo livre, perder peso, ter boas noites de sono, fazer o controle de doenças crônicas e buscar uma vida mais leve e saudável são fatores importantes para a saúde emocional e que impactam diretamente a saúde física e psicológica.

Busque ajuda especializada!

Homens com dificuldade de ereção, baixa libido e com níveis elevados de estresse e ansiedade devem buscar ajuda especializada. Não tenha vergonha ou receio. As consultas com o urologista são sempre discretas e profissionais.

Além disso, o médico especialista é atualizado e garante aos pacientes as melhores soluções da medicina para o restabelecimento da função erétil do pênis, com uma avaliação cuidadosa de cada caso e acompanhamento completo.

A Vivace Saúde do Homem, por exemplo, é uma clínica especializada em urologia no Rio de Janeiro, que possui médicos especializados em saúde do homem e que fazem o diagnóstico e o tratamento de disfunções eréteis provocadas por fatores psicológicos e de disfunções com causas orgânicas.

Agende agora mesmo uma consulta e restabeleça sua satisfação sexual, cuidando da saúde do corpo e da mente!

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados

× Whatsapp