A campanha Novembro Azul visa conscientizar a respeito dos perigos do câncer de próstata, o tumor mais letal entre homens e que é considerado um problema silencioso, que só se manifesta em momentos agudos. Por isso , nos aprofundaremos neste assunto aqui no blog.

Quando surgiu a campanha Novembro Azul? 

A Campanha Novembro Azul, responsável pela conscientização do câncer de próstata, surge em 1999 na Austrália, com um grupo de amigos que deixa o trabalho crescer, com o objetivo de chamar atenção para a saúde masculina. 

Conforme o movimento faz sucesso, em 2004 é criada a Movember Foundation Charity. O nome Movember é a junção de Moustache (bigode) com November (novembro). 

A campanha também pregou o No Shave November, que em tradução literal significa Novembro Sem Barbear. Sendo assim, o bigode e a cor azul se tornaram símbolos da iniciativa. 

Aqui no Brasil, o Novembro Azul foi trazido pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. Ano após ano, o movimento de conscientização ganha mais adeptos e contribui para reduzir o preconceito que ainda existe entre muitos homens com o exame de toque retal, essencial para o diagnóstico preciso de alterações na próstata. 

Números da doença no Brasil e sintomas

De acordo com o INCA, é esperada para 2021 e 2022 uma média de mais 60 mil casos/ano. Como dito no começo no texto, o câncer de próstata é uma doença silenciosa, mas alguns sintomas merecem atenção, tais como: 

  • dificuldade de urinar;
  • demora em começar e terminar de urinar;
  • sangue na urina;
  • diminuição do jato de urina;
  • necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Entretanto, é importante ressaltar que esses sintomas também podem indicar outros dois problemas que não são câncer: a hiperplasia benigna da próstata (aumento benigno), afeta mais da metade dos homens com idade superior a 50 anos e ocorre naturalmente com o avançar da idade. O outro é a Prostatite, que nada mais é do que uma inflamação na próstata, geralmente causada por bactérias.

Leia também:  Como é feito o exame de peniscopia para o tratamento de HPV

Diminuindo o risco de desenvolver a doença

Como ocorre com outras doenças, os hábitos que temos ao longo da vida fazem a diferença. Entre fatores que contribuem para prevenir ou diminuir o risco de desenvolvimento do câncer de próstata, podemos citar:

  • Manter uma alimentação saudável
  • Peso corporal adequado
  • Prática regular de atividades físicas
  • Não fumar
  • Evitar o consumo de álcool. 

Conclusão

Falar sobre o câncer de próstata ainda é essencial para diminuir o preconceito e estimular a prevenção, que passa fundamentalmente por visitar o urologista periodicamente. Tabus não podem ser maiores do que o desejo por uma boa qualidade de vida. Pense nisso! 

Sobre a Vivace

Aqui na Vivace, clínica de urologia no Rio de Janeiro, você encontra profissionais preparados para oferecer o melhor atendimento e tratamento, além de tecnologia de ponta para auxiliar e garantir precisão nos diagnósticos. Agende sua consulta!

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2014 © Copyright - Vivace.Todos os direitos Reservados

× Whatsapp